curiosidades, dicas, saúde

Diga NÃO a dietas radicais

Desde pequena eu sempre fiz dieta, a vida toda! Sofro do famoso efeito sanfona, quem me conhece por mais tempo sabe que já fui gorda, magra, gorda, magra… haha. Mas como sempre tive acompanhamento médico, nunca fiz dietas radicais e sempre fui contra.

No mesmo blog que eu passei falando sobre os pensamentos magros (nutricionario), vi esse post sobre as dietas radicais e achei super importante passar pra vocês, afinal já expliquei muitas vezes para as amigas de que não é legal fazer uma dieta radical, do tipo de excluir nutrientes, comer só um tipo de alimento, e afins, mas agora tá aí, por escrito, especialistas confirmando a minha tese haha! Espero que gostem (e façam uso) da informação.

dietas

1)    Comer menos engorda mais

Quando falam em fazer dieta as pessoas já pensam automaticamente em fechar a boca e ficar o dia inteiro sem comer, certo? Pois isso está muito errado! Fazer isso faz com que o metabolismo desacelere, e o corpo estoca energia para se preparar para passar por outra situação “de fome” como essa. Além de que ao chegar na próxima refeição, a pessoa estará com muito mais fome e por impulso tente a comer mais.

2)    Poucas calorias não influenciam apenas na perda de peso

quando se reduz a quantidade de calorias consumidas para abaixo dos ideais, pode tornar sua alimentação deficiente em nutrientes importantes. A maioria das dietas radicais tende a eliminar um grupo de nutrientes, como os carboidratos, lipídeos ou proteínas, ao eliminar um grupo, todo o ecossistema é prejudicando, resultando em quedas de cabelo, enfraquecimento das unhas, flacidez, tontura, dor de cabeça…

3)    Perder muitos quilos em pouco tempo, resulta em um percentual de gordura corporal maior

O famoso efeito sanfona geralmente acontece quando emagrecemos muito e muito rápido. Dificilmente alguém chega a perder gordura quando faz uma dieta radical, geralmente se perde água ou massa magra. E quando se acaba a dieta radical a pessoa volta a comer normalmente o corpo tende a recuperar o que foi perdido e acumular muito mais gordura. É por isso que o correto é fazer uma reeducação alimentar e praticar exercícios físicos sempre!

4)    Dieta a base de um único alimento não dura (e não faz bem)

Claro que é muito mais difícil fazer dieta se você não pode comer nada que você gosta, ou pior se só pode comer um único alimento. Como já falado antes não se pode excluir nenhum grupo alimentar, e é claro que se você só puder comer uma única coisa, você só vai ficar pensando naquela comida gostosa que você não pode, e assim fica muito mais fácil perder o foco.

5)    Metas irreais são frustrantes

Vemos sempre nas revistas “perda 5 quilos em 2 semanas”, ou “fique com o corpo da atriz tal em 5 dias”, é claro que essas metas são irreais, e primeiramente cada um tem que respeitar o seu biótipo. Fazer essas  metas só deixa a pessoa frustrada, gerando assim a compulsão pela comida.

Por experiência própria, posso dizer que uma reeducação alimentar funciona mais do que qualquer coisa, e ainda melhor em companhia de atividade física! E sempre pensando que você não esta de dieta, é uma mudança pra vida, mudança de hábitos. Uma mudança para melhor é sempre bem vinda! E nem precisa começar na segunda feira!

Beijos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s